Com mulher ciumenta nao se brinca

Esta piada foi vizualizada 1208 Leandro 20/11/2006 09:00:00 Mulher

A mãe estressada pede ao filho pra ligar pro celular do pai, avisando a hora do jantar.
- E aí? O que o teu pai disse?
Já vem? - Já liguei três vezes, mãe, mas só atende uma mulher.
- Aaaah..., deixa comigo! Aquele cachorro vai ver, vai perder o focinho quando chegar em casa!
Mal o pai aparece na frente da casa, ela parte prá cima dele e aplica a maior surra, com tudo o que encontra à disposição: vassoura, frigideira, panela, pau de macarrão, lixeira...
Os vizinhos correm pra tirar o sujeito daquela muvuca e a mulher muito irada, espraguejando, continua arremessando coisas, enquanto a ambulância não chega...
E ela não alivia e continua:
- Safado, cafajeste, filho da..., ainda vou te matar!
- Vem cá, filho! Diz aqui prá todo mundo o que foi que aquela vagabunda falou prá você no telefone!
- Ela disse:
 O número para o qual você ligou encontra-se desligado ou fora da área de cobertura.

Mais da categoria Mulher

Piadas mais nova

Categorias mais acessadas

Descrição

Uma piada ou anedota é uma breve história, de final engraçado e às vezes surpreendente, cujo objetivo é provocar risos ou gargalhadas em quem a ouve ou lê. É um recurso humorístico utilizado na comédia e também na vida cotidiana.
O senso de humor varia em cada cultura. O que é engraçado para um povo pode não ser para outro. Um estudo da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido, versou sobre o assunto em 2004, objetivando colher opiniões através da internet para se descobrir qual seria "a melhor piada do mundo".
Através do resultado dessa pesquisa, observou-se o quanto a cultura local influencia no "senso de humor" de cada povo. Os britânicos demonstraram gostar mais de trocadilhos, enquanto franceses e alemães costumavam optar por piadas que tendiam ao nonsense. Já os estado-unidenses preferiam piadas sobre assuntos locais.
Contudo, algumas características foram independentes do país. Homens, de uma maneira geral, demonstraram gostar de piadas que envolvessem sexo e preconceito, enquanto as mulheres não gostavam desse tipo de conteúdo. Como a pesquisa só possui até o momento dados de Estados Unidos, Canadá e Europa, não há análise sobre as preferências dos ibero-americanos.