Djalmão

Esta piada foi vizualizada 895 Luiz 08/11/2007 19:30:00 Adulto

Na favela dois homens entram num barraco arrastando um cara pelos braços.
Lá dentro, o Djalmão, um negão vesgo, enorme , limpa as unhas com um facão enferrujado e mal afiado.
- Djalmão, o chefe mandou você comer o cu desse cara aí, que é para ele aprender a não se meter a valente com o nosso pessoal.
- Pode deixar ele aí no cantinho que eu cuido dele daqui a pouco. Quando o pessoal sai o rapaz diz:
- Ô Djalmão, faz isso comigo não, depois de enrabado minha vida vai acabar, etc..
- Cala a boca aí... Pouco depois mais dois homens arrastando outro cara:
- Esse ai o chefe mandou você cortar as duas mãos e furar os olhos é para ele aprender a não tocar no dinheiro da gang.
- Deixa ele aí que eu já resolvo. Daí a pouco chega outro pobre coitado:
- Djalmão, esse o chefe quer que você corte o bilau e a língua para ele não se meter com mais nenhuma mulher da favela!
- Já resolvo isso. Bota ele ali no cantinho junto com os outros.
Daí a pouco o Djalmão guarda a faca e quando vai se levantar, o primeiro rapaz fala:
- Seu Djalmão, com todo respeito, só pro senhor não se confundir: quem vai dar o cu sou eu, tá?

Mais da categoria Adulto

Piadas mais nova

Categorias mais acessadas

Descrição

Uma piada ou anedota é uma breve história, de final engraçado e às vezes surpreendente, cujo objetivo é provocar risos ou gargalhadas em quem a ouve ou lê. É um recurso humorístico utilizado na comédia e também na vida cotidiana.
O senso de humor varia em cada cultura. O que é engraçado para um povo pode não ser para outro. Um estudo da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido, versou sobre o assunto em 2004, objetivando colher opiniões através da internet para se descobrir qual seria "a melhor piada do mundo".
Através do resultado dessa pesquisa, observou-se o quanto a cultura local influencia no "senso de humor" de cada povo. Os britânicos demonstraram gostar mais de trocadilhos, enquanto franceses e alemães costumavam optar por piadas que tendiam ao nonsense. Já os estado-unidenses preferiam piadas sobre assuntos locais.
Contudo, algumas características foram independentes do país. Homens, de uma maneira geral, demonstraram gostar de piadas que envolvessem sexo e preconceito, enquanto as mulheres não gostavam desse tipo de conteúdo. Como a pesquisa só possui até o momento dados de Estados Unidos, Canadá e Europa, não há análise sobre as preferências dos ibero-americanos.