Filha a bronca

Esta piada foi vizualizada 1557 Luiz 26/11/2006 08:00:00 Machistas

- Onde você estava durante esse tempo todo, desgraçada?!
Por que não escreveu sequer uma notinha dizendo como estava? Porque não telefonou? Vagabunda! Não sabe como a sua mãe tem sofrido por sua causa!
A garota, chorando:
- Snif, Snif... Pai...Virei prostituta...
- O QUE?!? Fora daqui, sem vergonha, ordinária, pecadora, vergonha da família, não quero te ver nunca mais !!!
- Ta bom, papai. Como o Sr. quiser... Eu somente voltei aqui para dar este casaco de pele e as escrituras da minha mansão do Morumbi para a mamãe; uma caderneta de poupança no valor de 5 milhões para o meu irmãozinho e, para você, paizinho, este Rolex de ouro puro, o BMW 0km que está na porta, um titulo vitalício do Jockey Club...e um convite a todos para passarem o Reveillon a bordo do meu iate em Buzios, e....
- Filhinha, você disse que tinha virado o que, mesmo?
- Prostituta papai, snif, snif !!!
- Aaaaahhh, booommmm! Que susto você me deu menina!...Eu Tinha entendido protestante!!! Vem cá, dá um abraço no pai.......

Mais da categoria Machistas

Piadas mais nova

Categorias mais acessadas

Descrição

Uma piada ou anedota é uma breve história, de final engraçado e às vezes surpreendente, cujo objetivo é provocar risos ou gargalhadas em quem a ouve ou lê. É um recurso humorístico utilizado na comédia e também na vida cotidiana.
O senso de humor varia em cada cultura. O que é engraçado para um povo pode não ser para outro. Um estudo da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido, versou sobre o assunto em 2004, objetivando colher opiniões através da internet para se descobrir qual seria "a melhor piada do mundo".
Através do resultado dessa pesquisa, observou-se o quanto a cultura local influencia no "senso de humor" de cada povo. Os britânicos demonstraram gostar mais de trocadilhos, enquanto franceses e alemães costumavam optar por piadas que tendiam ao nonsense. Já os estado-unidenses preferiam piadas sobre assuntos locais.
Contudo, algumas características foram independentes do país. Homens, de uma maneira geral, demonstraram gostar de piadas que envolvessem sexo e preconceito, enquanto as mulheres não gostavam desse tipo de conteúdo. Como a pesquisa só possui até o momento dados de Estados Unidos, Canadá e Europa, não há análise sobre as preferências dos ibero-americanos.