Mulher quando bebe

Esta piada foi vizualizada 996 Leandro 10/09/2006 10:21:30 Mulher

Na noite passada, fui convidada para uma reunião com as meninas.
Eu disse a meu marido que estaria de volta a meia-noite:
- Prometo! - Eu disse. Mas as horas passaram rapidamente e a champanhe estava rolando solta.
Por volta das 3 da manhã, bêbada feito uma gambá, eu fui para casa. Mal entrei e fechei a porta, o cuco no hall disparou e cantou 3 vezes.
Rapidamente, percebendo que meu marido podia acordar, eu fiz cu-co mais 9 vezes.
Fiquei realmente orgulhosa de mim mesma por ter uma idéia tão brilhante e rápida (mesmo de porre) para evitar um possível conflito com ele.
Na manhã seguinte, meu marido perguntou a que horas eu tinha chegado e eu disse a ele:
- Meia-noite! Ele não pareceu nem um pouquinho desconfiado. Ufa! Daquela eu tinha escapado!
Então, ele disse: - Nós precisamos de um novo cuco.
Quando eu perguntei - por que? Ele respondeu:
- Bom, de madrugada nosso relógio fez cu-co 3 vezes, depois, não sei porque, soltou um caraaaaalhooooo! Fez cu-co mais 4 vezes e espirrou. Fez mais 3 vezes, riu e fez mais 2 vezes.
Daí, tropeçou no gato, derrubou a mesinha da sala, vomitou no tapete, deitou, peidou e dormiu....

Mais da categoria Mulher

Piadas mais nova

Categorias mais acessadas

Descrição

Uma piada ou anedota é uma breve história, de final engraçado e às vezes surpreendente, cujo objetivo é provocar risos ou gargalhadas em quem a ouve ou lê. É um recurso humorístico utilizado na comédia e também na vida cotidiana.
O senso de humor varia em cada cultura. O que é engraçado para um povo pode não ser para outro. Um estudo da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido, versou sobre o assunto em 2004, objetivando colher opiniões através da internet para se descobrir qual seria "a melhor piada do mundo".
Através do resultado dessa pesquisa, observou-se o quanto a cultura local influencia no "senso de humor" de cada povo. Os britânicos demonstraram gostar mais de trocadilhos, enquanto franceses e alemães costumavam optar por piadas que tendiam ao nonsense. Já os estado-unidenses preferiam piadas sobre assuntos locais.
Contudo, algumas características foram independentes do país. Homens, de uma maneira geral, demonstraram gostar de piadas que envolvessem sexo e preconceito, enquanto as mulheres não gostavam desse tipo de conteúdo. Como a pesquisa só possui até o momento dados de Estados Unidos, Canadá e Europa, não há análise sobre as preferências dos ibero-americanos.