Terapeuta

Esta piada foi vizualizada 925 Luiz 26/03/2007 10:00:00 Cornos

Uma mulher chegou em casa e disse para o marido:
- Lembra as enxaquecas que eu costumara ter toda vez que nós íamos fazer amor?
Estou curada.
- Não tem mais dor de cabeça? O marido perguntou como conseguiu.
A esposa respondeu:
- Minha amiga Margarete me indicou um terapeuta que me hipnotizou.
O médico me disse para ir para frente do espelho, me olhar bem no espelho e repetir para mim mesma.
- Não tenho mais dor de cabeça.
- Não tenho mais dor de cabeça. - Não tenho mais dor de cabeça.
Fiz isso e a dor de cabeça parece que sumiu.
O marido respondeu: Que maravilha! Então a esposa falou para o marido.
- Nos últimos anos você não anda muito interessado em sexo. Por que você não vai ao terapeuta e tenta ver se ele te ajuda a ter interesse em sexo novamente?
O marido concordou, marcou uma consulta e alguns dias depois estava todo fogoso para uma noite de amor com a esposa.
Então foi correndo para casa e entrou arrancado as roupas e arrastando a esposa para o quarto.
Colocou a esposa na cama e disse para ela:
- Não se mova que eu já volto. Ele foi ao banheiro e voltou logo depois, pulou na cama e fez amor de maneira muito apaixonada como nunca tinha feito com a esposa antes.
A esposa falou:
- Juca, foi maravilhoso! O marido disse novamente para a esposa.
- Não saia dai que eu volto logo. Foi ao banheiro e a segunda vez foi muito melhor que a primeira.
A mulher sentou-se na cama, a cabeça girando em êxtase com a experiência.
O Marido disse outra vez:
- Não saia dai que eu volto logo. Foi ao banheiro.
Desta vez a esposa foi silenciosamente atrás dele e quando chegou lá o marido olhava para o espelho e dizia:
- Não é minha esposa.
- Não é minha esposa.
- Não é minha esposa.
O velório dele será amanhã na capela 13 do Cemitério da Saudade!!!

Mais da categoria Cornos

Piadas mais nova

Categorias mais acessadas

Descrição

Uma piada ou anedota é uma breve história, de final engraçado e às vezes surpreendente, cujo objetivo é provocar risos ou gargalhadas em quem a ouve ou lê. É um recurso humorístico utilizado na comédia e também na vida cotidiana.
O senso de humor varia em cada cultura. O que é engraçado para um povo pode não ser para outro. Um estudo da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido, versou sobre o assunto em 2004, objetivando colher opiniões através da internet para se descobrir qual seria "a melhor piada do mundo".
Através do resultado dessa pesquisa, observou-se o quanto a cultura local influencia no "senso de humor" de cada povo. Os britânicos demonstraram gostar mais de trocadilhos, enquanto franceses e alemães costumavam optar por piadas que tendiam ao nonsense. Já os estado-unidenses preferiam piadas sobre assuntos locais.
Contudo, algumas características foram independentes do país. Homens, de uma maneira geral, demonstraram gostar de piadas que envolvessem sexo e preconceito, enquanto as mulheres não gostavam desse tipo de conteúdo. Como a pesquisa só possui até o momento dados de Estados Unidos, Canadá e Europa, não há análise sobre as preferências dos ibero-americanos.